domingo, 30 de novembro de 2014

MAGIA NA IGREJA LAICA UNIVERSAL

Por: Mago William

"A Magia UNIVERSAL pode ser definida como: ato de manipular energias espirituais, transmutar e transformar energias negativas (no sentido de ser Ruim), por energia positiva, (no sentido de ser Boa) com objetivo de alcançar o equilíbrio das vibrações e das polaridades que compõem o fluxo energético, com ou sem o propósito de realizar desejos próprios, de terceiros ou do coletivo.

Objetivos na Magia Universal de acordo com seus seguidores: auto-conhecimento, auto-controle, elevação espiritual e intelectual, equilíbrio social e emocional, domínio do próprio destino;

Código de Ética da Magia Universal: Sinceridade, verdade, humildade, respeito aos seus fundamentos e práticas religiosas e aos demais segmentos religiosos independente de sua origem, respeito à todo ser humano ou espiritual independente de sua posição social, raça ou crença; Proteger os fundamentos secretos da Magia Universal e a todos ligados a ela, direta ou indiretamente quando assim solicitarem sigilo."


Magia (não confundir com mágica ou truque) antigamente chamada de GRANDE Ciência Sagrada pelos Magos, é um estudo dos segredos da natureza e a sua relação com o homem, criando assim um conjunto de teorias e práticas que visam ao desenvolvimento INTEGRAL das faculdades internas espirituais e ocultas do Homem, até que este tenha o domínio total sobre si mesmo e sobre as forças da natureza.

Alguns segmentos da magia tem características ritualísticas e cerimoniais que visam ENTRAR em contato com os aspectos ocultos do Universo e das Divindades.

SEGMENTO DUVIDOSO DA MAGIA

Afirma-se que por meio de rituais, orações, ou invocações é possível fazer com que forças ocultas atuem sobre o ambiente, modificando por exemplo, a vontade, o agir, ou o destino das pessoas. Essa concepção, no entanto, é tida COMO irracional pela ciência.

ETIMOLOGIA

A etimologia da palavra Magia, provém da Língua Persa, magus ou magi, que significa sábio.
Da palavra "magi" também surgiram outras tais COMO "magister", "magista", "magistério", "magistral", "magno", etc.

Também pode significar algo que exerce fascínio, num sentido moderno, COMO por exemplo quando se fala da magia do cinema.

Há REGISTROS de práticas mágicas em diversas épocas e civilizações. 



Supõe-se que o caçador primitivo, entre outras motivações, desenhava a presa na parede da caverna antevendo o sucesso da caça.

Posteriormente adquiriu o ritual de enterrar os mortos e nomeou as forças da natureza que desconhecia, dando origem à primeira tentativa de compreensão da realidade, o que chamamos de mito.

Daí alguns segmentos da filosofia e das religiões desenvolverem rituais em que convocam as divindades e os seus deuses, assim com o passar dos tempos foram criadas diversas mitos que passaram a ser consideradas dogmas de FÉ em diversas religiões - Que são princípios em que estão alicerçados alguns elementos da crença das religiões.

Segundo o Novo Testamento bíblico, por exemplo, são três magos os primeiros a dar as boas vindas a Jesus recém-nascido. No Velho Testamento, há a disputa mágica entre Moisés e os Magos Egípcios. Nos Vedas, no Bhagavad Gita, no Alcorão, nos diversos textos sagrados existem relatos similares.

Praticamente todas as religiões preservaram suas atividades mágicas ritualísticas, que se confundem com a própria prática religiosa - a celebração da Comunhão pelos católicos, a incorporação de entidades pelos médiuns espíritas, a prece diária do muçulmano voltado para Meca ou ainda o sigilo (símbolo) do caboclo riscado no chão pelo umbandista.



Os antigos acreditavam no poder dos homens e que através de magia eles poderiam comandar os deuses.

Assim, os deuses são, na verdade, os poderes ocultos e latentes na natureza.

Durante o período da Inquisição, as bruxas e feiticeiras foram perseguidas, julgadas e queimadas vivas pela Igreja Católica, pois esta acreditava que a magia estava relacionada com o diabo e suas manifestações, mesmo que dentro dos próprios textos e rituais da igreja existissem práticas de magia em forma de rituais.

Os que eram queimados nas fogueiras e de outras formas bárbaras, eram condenados por serem PAGÃOS, não eram batizados, tanto que antes de serem executados lhe perguntavam se abriam mão de suas crenças pagãs em nome de Jesus.



A VERDADEIRA MAGIA

A magia, segundo os MAGOS, é muitas vezes descrita COMO uma ciência que estuda todos os aspectos latentes do ser humano e das manifestações da natureza.

Trata-se assim de uma forma de encarar a vida sob um aspecto MAIS elevado e espiritual.

Os magos, utilizando-se de atividades místicas e de autoconhecimento, buscam a sabedoria e a elevação de potencialidades do ser-humano.



A magia é também a ciência de simpatia e similaridade mútua, COMO a ciência da comunicação direta com as forças sutís, um conhecimento prático dos mistérios na natureza, intimamente relacionada as disciplinas ditas ocultas.

O hermetismo do antigo Egito, a Alquimia, a Gnose, a Astrologia. Para Aleister Crowley, é "a ARTE de provocar mudanças a partir da vontade" No final do século XIX ressurgiu, principalmente após a publicação do livro A Doutrina Secreta, de Helena Petrovna Blavatsky e pela atuação da Ordem Hermética do Amanhecer Dourado (Hermetic ORDER of the Golden Dawn), na Inglaterra, que reviveu a magia ritualística e cerimonial.



A prática da magia requer o aprendizado (pelo iniciado, pelo xamã, pelo sacerdote, etc.) de diversas técnicas de autocontrole mental, COMO a meditação e a visualização.

ALEGORIAS DE ALGUNS SEGMENTOS DA MAGIA

Franz Bardon, proeminente mago do século XX, afirmava que tais exercícios tem COMO objetivo equilibrar os quatro elementos PRESENTES na psique do mago, condição indispensável para que o praticante pudesse se envolver com energias mais sutis, COMO a evocação e a invocação de entidades, espíritos e elementais (seres da Natureza), dentro de seu círculo mágico de proteção. Outras práticas mágicas incluem rituais como o de iniciação, o de consagração das armas mágicas, a projeção astral, rituais festivos pagãos de celebração, manipulação de símbolos e outros com objetivos particulares.

Magia Contemporânea e Teosofia

A magia contemporânea encontra raízes no trabalho de iniciados como Eliphas Levi e Papus. 

A Teosofia, ou a moderna Teosofia, tem como um de seus fundadores Helena Petrovna Blavatsky, que foi buscar no oriente a fonte de seu importante sistema filosófico.

Este sistema não se apresenta exatamente como os sistemas utilizados pelos estudiosos de magia, mas, antes, pretende transmitir o conhecimento esotérico UNIVERSAL que estaria contido em toda e qualquer tradição filosófica ou religiosa.

Blavatsky considera, por exemplo, que todos os homens são magos no sentido último da palavra, pois todos podem utilizar o poder criador, seja através do pensamento, palavra ou ação.

MAGIA NA IGREJA LAICA UNIVERSAL

A Magia UNIVERSAL pode ser definida como: ato de manipular energias espirituais, transmutar e transformar energias negativas (no sentido de ser Ruim), por energia positiva, (no sentido de ser Boa) com objetivo de alcançar o equilíbrio das vibrações e das polaridades que compõem o fluxo energético, com ou sem o propósito de realizar desejos próprios, de terceiros ou do coletivo.

Objetivos na Magia Universal de acordo com seus seguidores: auto-conhecimento, auto-controle, elevação espiritual e intelectual, equilíbrio social e emocional, domínio do próprio destino;

Código de Ética da Magia Universal: Sinceridade, verdade, humildade, respeito aos seus fundamentos e práticas religiosas e aos demais segmentos religiosos independente de sua origem, respeito à todo ser humano ou espiritual independente de sua posição social, raça ou crença; Proteger os fundamentos secretos da Magia Universal e a todos ligados a ela, direta ou indiretamente quando assim solicitarem sigilo.

Não influenciar terceiros em sua decisão de iniciar-se ou não na Magia Universal;

Em qualquer momento que citamos o sujeito deve sempre ser considerado como masculino e para o feminino, ou seja, qualquer degrau da Magia Universal, pode ser ocupado tanto por homens quanto por mulheres, independente de sua cor, raça, ocupação social ou orientação sexual.

Nesta doutrina os adeptos são conhecidos como:

Discípulos: aqueles que seguem as orientações e ensinamentos de seu Mestre, buscam contribuir com seu trabalho e seu esforço pessoal para o entendimento e o melhoramento do grupo que participa;

Mestre: aquele que tem o domínios de algum tipo de dom natural, seja na arte, na filosofia natural (não acadêmina), no exercício do pensamento, entre outros, que possa de forma equilibrada exercer atração magnética com as coisas que executa, é o domónio consciente do carisma;

Mago: É dentro dessa entidade a autoridade máxima, não existindo um número limitado para esse posto, pois a união faz a força, juntos somos um.

O Mestre chama todos os integrantes de seu Clã de discípulos, jamais chama-os de “filhos”.

Os Discípulos chamam os Patriarcas da entidade de Mago, jamais de Pai ou Mãe;

Não existem padrinhos ou madrinhas, apenas testemunhas;

Não existem beijos nas mãos como “pedido de benção”, a forma de saudação entre os integrantes, independente de seu degrau, é um aperto de mão estendido, ou seja, a mão de um aperta o antebraço do outro;

Em virtude de não haver o tratamento e simbolismo de “família” dentro da Magia Universal, podem existir relações de qualquer natureza entre seus integrantes, Discípulos com Discípulos e Discípulos com Mestre.



Assim funciona do Graus dentro da IGREJA LAICA UNIVERSAL.


ESTUDO SOBRE O SIGNIFICADO DA MAGIA DE FORMA GERAL



(o estudo da enciclopédia não inclui os conceitos de MAGIA adotados dentro da Igreja Laica Universal que são totalmente diferenciados de todas as outras pois não incorpora rituais, ou sacrifícios, ficando mais nos exercícios físicos e mentais).

sábado, 29 de novembro de 2014



Construir Edificar Transformar Agregar -

Equilibrar Somar Evoluir Ligar Religar



Por: Mago William

Se você concorda com a força dessas palavras você pode ser membro do grupo Igreja Laica Universal.

A Igreja Laica Universal, é a resposta mais inteligente de um grupo que tem como principio a celebração da vida de uma forma abrangente e universal, onde tudo está contido e não contraria qualquer princípio religioso fundamental.

A sua forma Laica, respeita a constituição da maioria dos países, inclui os que não tem a sua forma constitucional Laica e todos os credos vigentes no planeta.

Sendo uma entidade Laica, também admite os que, contrários aos conceitos tradicionais de religião, como os ateus, pagãos, etc. possam nela, querer estar.

Todos estão incluídos, desde que nunca causem atrito sobre questionamento de crença e religião, respeitando à todos de forma igual, da mesma forma que devem ser respeitados em seus direitos e credos.

Discussões de religião comparada só vão acontecer em Foro próprio para esse fim.

A Igreja Laica Universal, responde a um clamor do inconsciente coletivo, onde muitos são excluídos, muitos são condenados, muitos são afastados pelo fato de serem diferentes dos condicionamentos impostos pelas religiões tradicionais e pelas regras sociais.

Assim com tantas "travas", muitas pessoas sentem um vazio que não é preenchido com as práticas sociais comuns e tradicionais.

Um espaço diversificado e livre, pode vir a suprir essa necessidade de inter-relacionamento entre as pessoas que tem uma religião específica com pessoas de outros credos e as que não tem credo religioso algum, desmistificando e interagindo positivamente para edificar e religar os seres em uma sintonia mais fina e equilibrada.

A Igreja Laica Universal não adota um livro em especial, mas tem um discurso próprio sobre a celebração da Arte, da Vida e do Bem de acordo com todos os preceitos considerados equilibrados e dentro do direito de todos.

O principio fundamental da Igreja Laica é agregar e celebrar a vida, assim qualquer igreja que se posicione contra os seus fundamentos estará posta em dúvida, pois o ideal é que a união e o fortalecimento do ser humano sejam algo prioritário. Qualquer igreja que se considere a escolhida estará partindo o princípio de unificação dos seres humanos por meio da Fé e do Amor ao próximo.

Estar partido não é um fundamento que deve ser adotado por qualquer que seja a ideologia político ou religiosa, já que todos somos, em tese filhos de Deus.


Siga nosso grupo no facebook

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

COLORINDO O MUNDO



Vamos sair, cantar, ser crianças eternamente.
Vamos brincar, brindar, sentir e pulsar.
Vamos correr na chuva, pular nos rios, brincar de roda.
Dançar um coco, uma ciranda, com as mãos dadas,com a mente limpa, sem querer complicar.
Vamos aprender a de novo se dar, sem medir, sem pesar.
Ter a confiança de uma criança, que a tudo perdoa e experimenta.
Pois é assim que a vida se alimenta, é assim que podemos viver feliz.

TODAS AS CORES DO MUNDO




Nós Seres Humanos,
Somos de diversas cores,
Temos diversos sabores,
Falamos diversos idiomas,
Moramos em diversos lugares,
Habitamos todos os cantos do mundo.
A Mãe Terra é a nossa casa,
O Universo é o nosso rumo,
Devemos sempre entender,
Que não importa de onde venha,
Não difere a cor que tenha,
Se fala hebraico, alemão ou polonês
Pode ser africano, sueco ou chinês,
O importante é que somos todos Humanos
Dentro de nós não existem fronteiras,
Não existem barreiras,
Não medimos distancia,
Dentro de nós, só um organismo,
Só o sangue circula, trilha, percorre e irriga,
Faz pulsar o Órgão vital que é o coração,
Gerando a energia que emitimos e que vibra,
Sintonizando em todas as estações.
Assim vibrando com essa energia,
Atingimos certas frequências que nos impele, ou nos limita,
Mas sempre é o que agita e nos faz viver essa vida ativa.
Somos o povo que aqui habita.
Temos que nos dar as mãos, vibrar em uma só emoção,
Cantar aquela mesma canção, dançar juntos, e sermos felizes.
Pois no final, não importa o Deus que tenha,
Não importa para quem você orou, em um instante esta vida termina,
Apaga-se essa luz que nos ilumina e a nós só resta a incerteza.
Por isso devemos viver agora, deixar as diferenças de fora.
Vibrar em uma só estação.
Pois, se houver um paraíso, vida eterna, o que seja,
Isso só iremos descobrir depois,
Então para nós, o agora é o que importa,
Para que ao entrar na ultima curva do caminho,
Possamos estar mais inteiros e preparados.

Significado da palavra igreja



A igreja não é nenhum tipo de instituição ou objeto impessoal.
É um corpo constituído de componentes VIVOS. Como um organismo vivo.


Hoje em seu primeiro dia de existência, nossa igreja cresceu em contribuição intelectual.
Nasceu com uma visão ampla mas denominada como Igreja Laica do "Brasil".
Mas refletindo com um contribuidor espanhol, o Maestro José, ele me fez ver que em se tratando de agregar não podemos limitar com fronteiras o que pode ser amplo e mais abrangente.
Mais que depressa, assimilei e compreendi a importância dessa contribuição, que ao contrário das criticas destrutivas, veio para edificar.
Assim à partir desse instante nossa igreja passa a se chamar:
IGREJA LAICA UNIVERSAL

Nossa IGREJA é em qualquer lugar, onde se puder conversar, onde pudermos nos reunir, onde podermos juntos elevar os nossos pensamentos e produzir coisas edificantes, por meio de Exposições, de Eventos Culturais, de Encontros de Poesia e Dança, com Musicas de Nível para que possamos relaxar e entrar em estase e sermos felizes a cada momento.

A energia gerada por várias pessoas felizes transcende e contagia.

Nossa IGREJA, não necessita de doações, não cobra dízimo, ela existe dentro de cada um de nós. A forma de capitalizar nossas ações é por meio de produtos, eventos, encontros culturais onde se pode absorver a arte e a produção cultural dos que estão envolvidos nessa corrente



Por: Mago William

Você não precisa deixar de ter a crença que quiser para fazer parte de a IGREJA LAICA DO BRASIL.
Você não precisa fazer nada que não possa, dentro do que sua fé permite.
Você não precisa ter uma Crença. Não precisa seguir rituais sagrados, não precisa abrir mão dos seus conceitos, mas, pode compartilhar suas convicções.
Você pode discutir suas dúvidas existenciais, pode compartilhar suas propostas seus projetos para uma vida mais ativa.
Mas se em algum momento, sentir ser necessário abrir mão de certas correntes, de certos conceitos e de certas coisas que prendem o teu espírito (que para nós, é o teu estado natural de ser). Aí a decisão é tua.
Aqui, nós apenas buscamos ser inteiros e felizes. Fazer exclusivamente o que nos dá prazer. Viver intensamente cada segundo de nossa existência.
Produzir o que podemos fazer melhor.
Esse é o nosso papel como um membro dessa entidade que te propõe compartilhar, momentos de felicidade.


Um conceito diferente do que possa ser uma IGREJA.
Algo sem dogmas, tabus, mitos e arquétipos.
Um espaço para se discutir sobre o que pode ser.
Uma frequência equilibrada entre o positivo e o negativo.
Onde você pode se expressar da forma como realmente é.
Conheça, questione, participe, integre-se, entregue-se.
Desarme-se e sinta que pode ser diferente de tudo que já conheceu.
Aqui nada se pede, nada se dá, trocamos nosso conhecimento, alimentamos nossas habilidades, exercitamos os nossos pensamentos.
A SOCIEDADE LHE ENSINA


Opte pelo conveniente, pelo confortável.

Opte pelo caminho batido no qual seus antepassados e os antepassados de seus antepassados, desde Adão e Eva, já caminharam.

Essa é a prova - tantos milhões de pessoas já o percorreram, não pode ser o caminho errado (...)



MAS, LEMBRE-SE DE UMA COISA

A multidão nunca passou pela experiencia da verdade.

A verdade só aconteceu a indivíduos.

Sempre que houver alternativas, tenha cuidado.

Não opte pelo conveniente, pelo confortável, pelo respeitável.

OPTE PELO QUE FAZ O SEU CORAÇÃO VIBRAR.

Opte pelo que gostaria de fazer realmente, apesar de todas as consequências.

Esse é o caminho da tua iluminação.

1ª IGREJA LAICA DO BRASIL

PILARES e PROPOSTAS

Por: Mago William
Um espaço para o exercício do pensamento livre de qualquer corrente, onde se pode ser inteiro e buscar a verdadeira natureza do Ser.

Sem Culto, sem Rezas, sem Orações, sem Promessas, sem Mantras, sem Súplicas, sem Condenações, sem Santos, sem Mitos, sem Dogmas, mas com estímulo, com atividades, com discussões, com práticas, com eventos, com o desenvolvimento das habilidades e das potencialidades, ocultas e latentes, de cada ser.

Buscando dar a cada indivíduo razões para estar mais ativo e mais atuante.

1) A Igreja Laica do Brasil, pretende desenvolver o sentimento de integração, de ligação, entre as pessoas de todas as linhas de pensamento.

2) A Igreja Laica do Brasil, quer integrar os indivíduos, agregar os valores e desenvolver uma linha de pensamento, independente dos dogmas, dos mitos, estudando e repassando o melhor de cada segmento para a elevação do Ser.

3) A Igreja Laica do Brasil, vai exercitar a energia da FÉ, não em algo externo, superior, não com promessas de salvação eterna, mas no que existe de melhor dentro de cada um de nós, para ser utilizado agora, hoje.

4) A Igreja Laica do Brasil, vai buscar o despertar do condicionamento que aprisiona os seres humanos ha milhares de anos, trazer para a nossa vida a felicidade de poder pulsar e ter uma existência significativa onde não é bastante estar vivo, funcionando, mas antes de tudo, é preciso ter uma vida VIVA.

5) A Igreja Laica do Brasil, não prega, ela instrui, não doutrina, orienta, não exclui, agrega, não tem hierarquia, busca a igualdade do Ser.

6) A Igreja Laica do Brasil, busca harmonizar e equilibrar as energias que fluem em estados negativos e positivos, fazendo com que se entenda que nesse caso energético, o positivos não BOM e o negativo não é MAL, mas sim, os dois lados de um mesmo corpo, que se faz necessário para que exista o atrito (que nesse caso não é sinônimo de confusão), mas do estímulo necessário que que exista VIDA.

A VERDADE É 

Por: Mago William 

"A verdade é. Ela simplesmente é. Nada pode ser dito a respeito dela. 

E tudo que puder ser dito a respeito dela irá torná-la falsa.
Não há necessidade de qualquer explicação. Não explicada, completamente imediata, a verdade é. Ela circunda você. Ela está dentro de você e sem você. Não há necessidade de se chegar a qualquer conclusão a respeito dela. Ela já é conclusiva! Você está nela.Você não consegue ser sem ela. Não há maneira alguma de perdê-la. Não há maneira alguma de se desviar dela. Você pode estar dormindo profundamente, inconsciente, mas ainda assim você estará nela.
Assim, aqueles que conhecem a verdade sabem muito bem que a filosofia não irá ajudar. Quanto mais você tentar conhecer a respeito da verdade, mais você se tornará adormecido.O próprio esforço para conhecer levará você a se perder. A verdade pode ser sentida, mas não pode ser conhecida. Quando eu digo que ela pode ser sentida, eu quero dizer que você pode estar presente nela, que ela pode estar presente em você. Existe uma possibilidade de um encontro. Existe uma possibilidade de tornar-se um com ela. Mas não existe uma maneira de se conhecê-la.
A verdade não pode se tornar um objeto. Você não pode colocá-la ali e vê-la. Você não pode segurá-la em suas mãos e vê-la. Você não pode examiná-la externamente. Somente do lado de dentro, somente tornando-se um com ela, você pode senti-la. Sentir é o único conhecimento possível. Por isso, aqueles que conhecem dizem: o amor é a maneira.
O conhecimento é um tipo de ignorância. A palavra 'ignorância' é muito bonita. Divida-a em duas e ela se torna 'ignorância'. A verdade pode ser ignorada. Isso é o que ignorância é, de outra forma, a verdade já está presente. Ignorância nada mais é que ignorar a verdade que já está aí. E um homem de conhecimento se torna mais ignorante, porque quanto mais ele pensa que sabe, mais ele se torna capaz de ignorar aquilo que é. Perdido em suas teorias, dogmas, credos e escrituras, ele não tem mais olhos para ver a realidade. Perdido em palavras e verbalizações, a sua visão está anuviada. Ele não consegue ver aquilo que é.
Quanto mais você estiver anuviado pelo seu pensar, quanto mais você estiver na mente, mais você será capaz de ignorar a verdade. O conhecimento não é necessário, mas apenas a inocência, a inocência de uma criança. Vulnerável, aberto... Sem tentar conhecer. No próprio esforço para conhecer você se torna um "voyeur". Você agrediu a realidade, você está tentando estuprar a realidade.
A verdade é sentida. Ela é uma experiência vivida. Assim qualquer coisa que puder ser dita a respeito da verdade, não será verdadeira. Pelo simples fato de ter sido dita, ela já se torna não verdadeira."